A MONSTRA regressou ontem ao Cinema São Jorge com a antestreia da versão portuguesa de “Bigfoot em Família”, a abrir o Festival. Jérémie Degruson, que co-realizou esta longa metragem com Ben Stassen, veio da Bélgica e do estúdio nWave (homenageado também nesta edição) para apresentar e ver pela primeira vez o seu filme no grande ecrã, já que a pandemia impediu o visionamento em sala aquando da sua estreia em 2020.

Hoje, dia 22 de Julho realiza-se  a Cerimónia Oficial de Abertura da MONSTRA com o visionamento de 5 estreias mundiais de produção ou co-produção portuguesa, em que a música desempenhará também um papel central, ao lado do variado programa de cinema de animação do País Convidado da MONSTRA 2021, a Bélgica.

A sala Manoel de Oliveira no Cinema São Jorge vai assim receber às 20h30 este grande evento da festa da Animação em Lisboa, recheado de convidados nacionais e internacionais, música e muitas outras artes, em filmes inéditos ou já consagrados. É caso para dizer que voltar ao Cinema São Jorge é uma animação!


 

Enquanto isso, no Cinema City Alvalade, a MONSTRA abre hoje a secção TerrorAnim, dedicada a um público que não tem medo de emoções mais fortes e procura temáticas mais “alternativas” no cinema de animação.

“George, o Ouriço” (2011), dos realizadores polacos Wojtek Wawszczyk, Jakub Tarkowski, e Tomasz Lesniak, vem mostrar-nos que os ouriços já não são tão fofinhos como antigamente, e têm vidas muito atribuladas nas cidades.

Contamos com todos vocês, e com muita e boa Animação!