Monstra Festival

Júri

#MONSTRAemCASA

Júri

Competição Curtas Metragens
Competição SPA - Vasco Granja
Competição Curtas de Estudantes
Competição Curtas de Estudantes | Júri Júnior
Competição Curtíssimas
Competição Curtas Metragens
Daniel Gorjão_site
Daniel Gorjão

Daniel Gorjão frequentou o curso de Formação de Actores da Universidade Moderna e mais tarde a Escola Superior de Teatro e Cinema. Em 2003 estreia-se na companhia do Teatro Politeama, tendo trabalhado com Filipe La Féria durante 7 anos. Em 2010 vence o Prémio Emergentes – TNDM II / Festival de Almada e desde aí cria regularmente para teatro. É diretor de atores e de dobragem na RTP desde 2010. Em 2016 assume a programação de artes performativas da RTP2. É professor convidado da Pós-graduação em Dramaturgia da ESMAE.

Noel Palazzo_site
Noel Palazzo

Noel Palazzo é curadora, guionista, docente e investigadora especializada em cinema abstracto, com foco na intersecção entre as Belas Artes e as novas tecnologias. Ocasionalmente atreve-se a fazer vídeos e animações experimentais, e crítica de cinema. Algumas das suas curtas metragens receberam prémios internacionais. É membro, desde 2004, da MAD, uma associação artística sediada em Barcelona, cuja maior realização à data é o Festival Punto y Raya, que premeia o cinema abstracto e de animação mundial. Serve como júri em vários festivais internacionais e programa edições especiais de cinema avant garde e de animação.

Marta Madureira_site
Marta Madureira

Marta Madureira é docente no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, diretora do
Mestrado em Ilustração e Animação na mesma instituição e ilustradora. Foi distinguida com prémios e menções especiais em várias competições nacionais e internacionais e conta com cerca de 20 livros ilustrados para a infância.
É autora e realizadora, juntamente com Pedro Mota Teixeira, da série de animação “As Máquinas de Maria”, financiada pelo ICA. É, juntamente com Adélia Carvalho, fundadora da editora Tcharan.

Raimund Krumme_site
Raimund Krumme

Raimund Krumme é um realizador independente de animação que também realiza filmes de publicidade para os mercados americano e japonês. As suas curtas “Ropedancers”, “Spectators”, “Crossroads”, “Passage”, e “The Message” ganharam vários prémios internacionais incluindo o Prémio do Júri em Annecy, o Silver Dragon (Cracóvia) e o Grand Prix de animação (Montreal). Os seus filmes e desenhos já foram expostos em galerias e museus por todo o mundo. Foi docente na Universidade de Minas Gerais, no Brasil, no California Institute of Art e, desde 2006, é membro do corpo docente da Academy of Media Arts em Colónia.

Wiola Sowa_site
Wiola Sowa

Wiola Sowa tem um doutoramento em Cinema pela Academia de Belas Artes de Cracóvia e pela Escola de Cinema de Lodz. É investigadora no Institut of Media Arts na Universidade Pedagógica de Cracóvia. Foi por duas vezes laureada com o Fundo do Ministério da Cultura e Património, a Bolsa Artística da Cidade de Cracóvia, e a Bolsa do Goethe Institute. Os seus filmes já receberam mais de vinte prémios, incluindo o Silver Dragon, o Silver Lajkonik, e o prémio FIPRESCI no Festival de Cinema de Cracóvia.

Competição SPA - Vasco Granja
Luis Salvado_site
Luis Salvado

Luís Salvado licenciou-se em Comunicação Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Foi redator e crítico em toda a primeira série da “Premiere – A Revista de Cinema”, entre 1999 e 2007, e editor, redator e crítico da secção de cinema da revista “Time Out Lisboa” e “Time Out Porto” desde o início das respetivas publicações até 2015. Atualmente, é diretor de programação dos canais televisivos de cinema Cinemundo e DStv Pipoca e editor da secção de cinema do site SAPO Mag, integrado no portal SAPO. Paralelamente tem feito diversas apresentações ligadas ao cinema, realizado textos e comentários sobre cinema e BD, comissariado exposições sobre BD no Festival Internacional de BD da Amadora e assumido funções de jurado não só no ICA como também em festivais de cinema como os de Annecy, Cinanima, MONSTRA, Fantasporto ou IndieLisboa.

Natalie Woolf_site
Natalie Woolf

Natalie Woolf é professora universitária da cadeira de Desenho nos cursos de Animação e Design na Universidade Lusófona. Nos últimos 9 anos também tem participado nas suas próprias práticas artísticas no Atelier Concorde, a desenvolver projetos pessoais e pesquisa sobre filmes desenhados e experimentais de animação. Inicialmente, licenciou-se em Belas Artes na Leeds Metropolitan University (atualmente, Leeds Beckett University). Após ter trabalhado 12 anos em design, fez o doutoramento no Departamento de Design de Produto na Royal College of Art. Depois de se doutorar e patentear a tecnologia do seu projeto final, Natalie continuou a desenvolver conceitos para tecnologias e soluções criativas para espaços públicos e design urbano.

Ulo Pikkov_site
Ülo Pikkov

Ülo Pikkov é renomado cineasta, produtor, e investigador de cinema. Estudou animação na Turku Arts Academy na Finlândia e desde 1996 realizou filmes de animação premiados, como “Empty Space”, “Tik-Tak”, “Body Memory” e “Dialogos”. Publicou artigos sobre cinema, livros de ficção para crianças e adultos e, em 2005, formou-se no Instituto de Direito da Universidade de Tartu, com foco nos media e direitos de autor. Em 2010, escreveu o livro “Animasophy, Theoretical Writings on the Animated Film”. Durante 10 anos foi professor associado do departamento de animação da Estonian Academy of Arts, apoiando novos talentos e, em 2018, concluiu aqui o seu doutoramento. Em colaboração com Heilika Pikkov tem ainda uma produtora, Silmviburlane, de documentários e filmes de animação.

Competição Curtas de Estudantes
Burak Sahin_site
Burak Sahin

O seu fascínio pela Estética do Movimento e pelo Desenho foram os maiores fatores na sua decisão de estudar animação. Frequentou o programa de Animação Clássica na Escola de Cinema de Vancouver em 1999. O seu filme de estudante, “The Fall”, foi exibido em vários festivais internacionais de animação, e terá sido também o que mais contribuiu para o seu reconhecimento enquanto cineasta de animação. Em 2006 surge a oportunidade de ser professor universitário na área da animação. Ao longo dos anos tem-se orgulhado sente-se honrado em conseguir gerar entusiasmo e confiança nas mentes criativas através da animação.

Laura Gonçalves_site
Laura Gonçalves

Concluiu o curso na Faculdade de Belas Artes, Lisboa em 2009 e começa a trabalhar como arte-finalista e animadora no estúdio Sardinha em Lata. Em 2012 realiza a sua primeira curta de animação “Três Semanas em Dezembro”, concluindo o Mestrado de Animação na Arts University of Bournemouth. Em 2013 começa a trabalhar no estúdio Bando à Parte, como animadora e pintora. Co-realiza a curta “Nossa Senhora da Apresentação” com Abi Feijó, Alice Guimarães e Daniela Duarte. Em 2016 realiza, com Xá, a curta “Água Mole”. Continua a desenvolver projectos individuais e colectivos na cooperativa BAP – Animations Studios, da qual é um dos membros fundadores.

Radostina Neykova_site
Radostina Neykova

Radostina Neykova é licenciada pela National Academy for Theatre and Film Arts “Kr. Sarafov” com um mestrado em Realização de Animação e Cinema. Concluiu o doutoramento em 2005. É Professora Associada no Instituto de Estudos Artísticos da academia Búlgara da Ciência onde é secretária científica. Como professora, leciona “dramaturgia da animação” e “técnicas de animação” na Academia Nacional para o Teatro e Artes do Cinema “Kr. Sarafov”. Realizou curtas metragens premiadas e é ilustradora de livros infantis. É autora de duas monografias e de mais de 50 publicações académicas na área da animação e da banda desenhada. Dinamiza ainda oficinas de animação para crianças na Bulgária, Sérvia, Bósnia e Herzegovina, Geórgia, Rússia, Macedónia e Alemanha.

Competição Curtas de Estudantes | Júri Júnior
Joana Carvalho_site
Joana Carvalho

Joana Mirra de Carvalho sempre esteve ligada às artes performativas e visuais. Participou em vários projetos de percussão tais como os Toca a Rufar, Orquestra 7 e Karma Drums.
Atualmente está a terminar o Secundário no Curso Profissional de Técnico de Multimédia, onde desenvolve várias técnicas e projetos tendo preferência pela ilustração e o design, pretendendo prosseguir estudos em Arte e Multimédia em Belas artes.

Sara Rebelo_site
Sara Rebelo

Cresceu num ambiente artístico, e em pequena desenhava com a sua mãe. Mais tarde entrou no ensino regular de artes no 10º ano na Escola Secundária José Gomes Ferreira, mas sentia que não era bem aquilo que queria seguir e encontrou a Escola Profissional de Imagem. Encantada com o curso de Animação 2D e 3D decidiu repetir o 10ºano para ver as suas ilustrações ganharem vida. A sua formação na EPI habilitou-a a trabalhar profissionalmente. Continua a desenhar e a pintar, mas o mundo digital conquistou o seu interesse, e pretende continuar a sua carreira nas artes digitais.

Laura Lemos_site
Laura Lemos

Laura Lemos, nascida em Lisboa no ano de 2003, onde vive até hoje. Aluna de Línguas e Humanidades (11º ano) na Escola Secundária de Camões e participante, pelo 2º ano consecutivo, na oficina “Le cinéma, cent ans de jeunesse” com os Filhos de Lumière. Interveniente em diferentes atividades de desenvolvimento cultural (ao longo dos anos), babysitter ocasional, leitora ávida e amante de cinema.

Competição Curtíssimas
João Ferreira_site
João Ferreira

João Ferreira é Licenciado em Design de Equipamento pela Faculdade de Belas-Artes e Mestre em Estudos de Teatro pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Diretor Artístico do Queer Lisboa – Festival Internacional de Cinema Queer, desde 2004. Assistente Convidado do Curso de Estudos Artísticos da Universidade de Coimbra entre 2006 e 2015. Foi júri nos Festivais de Berlim e Cannes, e nos Festival Queer de Bilbau, Turim, Praga, Viena, São Paulo e Palermo. É coorganizador do livro “Cinema e Cultura Queer”, lançado em setembro de 2014 e do “O vírus-cinema: cinema queer e VIH/sida”, lançado em 2018.

Priit Tender_site
Priit Tender

Priit Tender é um animador da Estónia, que conta com várias curtas-metragens em animação 2D, stop motion e outras técnicas. Os seus filmes são inspirados pelo surrealismo, pela poesia e pelo folclore absurdo; tenho ganhado inúmeros prémios nos principais festivais de cinema de animação. Desde 2019, é director do departamento de animação da Academia de Artes da Estónia.

Adriana Sá_site
Adriana Sá

Adriana Sá é artista transdisciplinar, performer, música-compositora. Desenvolve os seus próprios instrumentos e sistemas, considerando que a música envolve a visão e o espaço físico, para além da audição. Desde os anos 1990, apresentou o seu trabalho na Europa, EUA, Japão e Brasil. Depois de muitos anos exclusivamente dedicados aos seus projetos artísticos, também obteve um doutoramento em “Arts and Computing” na Goldsmiths, University of London. As suas publicações científicas articulam prática criativa, teoria audiovisual, psicologia experimental, neurociência e computação. Atualmente leciona na ESAD.CR/ IPL e na Universidade Lusófona de Lisboa.