Monstra Festival

A MONSTRA convida… a Bélgica

Em 2021 a Monstra presta homenagem ao cinema de animação da Bélgica!

In 2021 MONSTRA celebrates the Animation of Belgium!


Retrospectiva Raoul Servais | Raoul Servais Retrospective

Nascido em 1938, Raoul Servais estudou na Academia Real de Belas Artes (KASK), em Gent. Depois de se licenciar, foi assistente de René Magritte. Em 1963, financiou a criação de um departamento de Cinema de Animação na KASK Gent. Em 1973, entra na Academia Real para a Ciência e as Artes da Bélgica. De 1985 a 1994, foi presidente da Associação Internacional de Cinema de Animação. É um dos fundadores da VAF – um fundo governamental que financia a produção de projetos audiovisuais na Flandres -, e é vice-presidente da Fundação Henri Storck e da Fundação Raoul Servais. Servais é Doutor Honoris Causa na Universidade de Gent desde 2008. Recebeu mais de 50 prémios, entre os quais se destaca o prémio Herança Norman McLaren do NFB, o Grande Prémio do Júri no Festival de Cannes, uma Palma de Ouro também em Cannes com a sua curta-metragem “Harpya”, e o Grand Prix no Festival de Animação de Annecy, para além de outros prémios importantes em muitos outros festivais na Bélgica e fora do país. 

Born in 1938, Raoul Servais studied at the Belgian KASK school in Gent. After graduating, he was assistant to René Magritte. In 1963, he funded the creation of an Animation Film department at KASK Gent. In 1973, he enters the Royal Academy for Science and the Arts in Belgium. From 1985 to 1994, he was president of the International Animation Film Association. He is one of the founders of the VAF – a government fund that finances the production of audiovisual projects in Flanders – and is vice president of the Henri Storck Foundation and the Raoul Servais Foundation. Servais is Doctor Honoris Causa at the University of Gent since 2008. He has received more than 50 awards, including the NFB’s Norman McLaren Heritage Award, the Grand Jury Prize at the Cannes Film Festival, a Palme d’Or also in Cannes with the his short film “Harpya”, and the Grand Prix at the Annecy Animation Festival, in addition to other important awards at many other festivals in Belgium and abroad.

Curtas Metragens | Short Films:

Longa Metragem | Feature Film: Taxandria

Documentário | Documentary: “Servais, Memoires de Un Artisan”, Bastien Martin

 


Banda Desenhada e Animação  | Comics and Animation

Curadoria de | Curated by: Morgan Di Salvia

A banda desenhada franco-belga tem parte das suas raízes no cinema de animação. Convém lembrar que a maioria dos grandes desenhadores do pós-guerra imediato foi profundamente marcada pelas primeiras conquistas de Walter Disney ou dos irmãos Fleischer. André Franquin, Morris, Peyo ou Albert Uderzo sonharam com os desenhos animados e forjaram o seu estilo e as suas características sintetizando esta arte em movimento e trazendo-a para o papel. Demorou vinte anos para todos esses grandes autores e seus editores conseguissem completar o círculo, trazendo a banda desenhada para o grande (ou pequeno) ecrã. Nem todas essas tentativas foram obras-primas, mas todas elas testemunham os estreitos laços familiares entre a animação e a banda desenhada franco-belga. O festival Monstra apresenta assim um apanhado de filmes que são testemunhas dessa ponte entre as duas artes.

The Franco-Belgian comic strip draws part of its roots from animation cinema. We must remember that most of the great cartoonists of the immediate postwar period were deeply marked by the early achievements of Walter Disney or the Fleischer brothers. André Franquin, Morris, Peyo or Albert Uderzo dreamed of the cartoon, and forged their style and their trace by synthesizing this moving art and bringing it down to paper. It took twenty years for all these great authors and their publishers to try to come full circle by bringing their comics to the big (or small) screen. Not all of these attempts were masterpieces, but they all testify the close family ties between Franco-Belgian comics and animation. Monstra Festival offers you a handful of these films that witness the bridges between the two arts.

Lucky Luke Daisy Town

Aya num Mundo Inesperado Aya of Yop City

O Gato do Rabi The Rabbi’s Cat

Asterix and Cleopatra

Tintim e o Lago dos Tubarões Tintin and the Shark Lake

Corto Maltese na Sibéria Corto Maltese: The Secret Court of the Arcanes 


40 Anos do Festival Anima (curtas) | Anima Festival 40th Anniversary (Shorts)

Best of… 40 anos de Anima | 40 years of Anima

Best of… Anima 2020


Animação Independente (curtas) | Indie Animation (shorts)

Francófonas | In French:

Curadoria de | Curated by: Festival Anima

Flamengas | in Flemish

Curadoria de | Curated by: Isabelle Cracco & Frank Poncelet


Animação Independente (longa) | Indie Animation Feature Film

Este Magnifico Bolo This Magnificent Cake!,

Marc James Roels & Emma De Swaef, 2018, 45’

 

Marc James Roels é um realizador live-action responsável pelas curtas-metragens premiadas “Mompelaar”, em 2007, e “A Gentle Creature”, em 2010. Emma De Swaef é especializada em stop-motion e na criação de bonecos/modelos nos seus materiais preferidos: lã, o feltro e o tecido. Juntos fizeram a curta-metragem em stop-motion “Oh Willy…”, em 2012, que ganhou 80 prémios internacionais, incluindo o Cartoon d’Or para Melhor Curta Europeia e uma nomeação para o prémio César. Trabalham em Antuérpia, na Bélgica, e a longa filme “Este Magnífico Bolo!” é a sua produção mais recente. 

Marc James Roels is a live-action director, responsible for the award winning shorts “Mompelaar” in 2007 and “A Gentle Creature” in 2010. Emma De Swaef specializes in stop-motion and doll-making, her preferred working materials include wool, felt and textile. Together they made the short film “Oh Willy…” in 2012, a stop-motion short that won 80 international awards including the Cartoon d’Or for Best European Short, and a Cézar nomination. They are based in Antwerp, Belgium and “This Magnificent Cake!” is their latest production.

 

 


Best of… Escolas Belgas de Animação | Belgian Schools of Animation

La Cambre, KASK Gent, Academy of Fine Arts Ghent

 

 


Homenagem a Estúdios de Animação | Tribute to Animation Studios

NWave:

Robinson Crusoe The Wild Life,

Cai na Real Corgi! The Queen’s Corgi

Bigfoot Júnior Bigfoot Junior

Bigfoot em Família The Bigfoot Family

Panique!

Há Pânico na Aldeia, A Town Called Panic, Vincent Patar, Stéphane Aubier, 2009

Três Histórias de Cowboy e Índio Panic is Back in Town, Vincent Patar, Stéphane Aubier, 2019

 

Camera- Etc 

Criada em 1979, a Camera-Etc é produtora e co-produtora, com outras organizações, de filmes independentes de cinema de animação.  Sediada na Bélgica francófona, é também uma oficina de produção de animação onde crianças, jovens e adultos, assistidos por profissionais, fazem em grupo os seus próprios filmes de animação.  Reconhecidos pelo Centro de Cinema e Audiovisual da Federação Valónia-Bruxelas, a missão da Camera-etc é produzir e co-produzir obras de cineastas residentes nesta Federação. As suas atividades são conduzidas com foco na sensibilização e promoção do património cultural junto dos públicos. 

Camera-etc produces art house films and co-produces with other organisations. Created in 1979, in the Walloon-Brussels Community (french speaking part of Belgium) is also a production workshop in which children, young people and adults make animated films together in a group, assisted by professionals. Recognized by the Film and Audiovisual Center of the Wallonia-Brussels Federation, Camera-etc’s mission is to produce and co-produce audiovisual works from filmmakers residing in the Wallonia-Brussels Federation. The activities of Camera-etc are conducted in a perspective of public awareness and enhancement of cultural heritage.